Santa Casa de Valença cria prontuário afetivo para pacientes com Covid-19

Campanha atende todos os 40 pacientes do setor de isolamento e UTI da instituição

Pensando no bem-estar e no cuidado com os seus pacientes, o serviço de psicologia da Santa Casa de Valença, no baixo-sul da Bahia, criou a campanha Prontuário Afetivo.  Ao invés de medicamentos e prescrições de saúde, a ficha contém, por exemplo, coisas que os pacientes gostam, sua profissão e desejos. A iniciativa atende todos os 40 pacientes do setor de isolamento e UTI da instituição. O objetivo é aproximar a equipe médica daqueles que estão lutando contra o coronavírus.

As informações do Prontuário Afetivo são dadas pelos próprios pacientes – aqueles que estão intubados ou sedados contam com ajuda da família e amigos por ligação. Para Noemi Brito, psicóloga do hospital, a função da campanha é recolocar a identidade da pessoa que está sendo cuidada: “Quando uma pessoa se interna na UTI, perde parte da sua identidade, não leva nada consigo além da própria roupa. O importante é resgatar a identidade dessa pessoa, sabendo que aquele paciente tem família, profissão, desejos e prazeres”, afirma.

O paciente Juscelino Nascimento, 65 anos, afirma que se sente valorizado e acolhido pela equipe do hospital. “Gostei muito desse carinho de vocês comigo. Todos que chegam aqui, já chegam brincando por conta de algumas informações que leram no meu prontuário afetivo. A gente não se sente apenas um doente. Me senti uma pessoa importante por ser lembrado pelas minhas próprias características.”, destaca. A ação, que não tem uma previsão de término, poderá ser expandida para outros setores do hospital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close