Processo que pode afastar Dallagnol da Lava Jato deve ser julgado em agosto

O plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deve analisar em 18 de agosto o processo que pede o afastamento do procurador Deltan Dallagnol da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. Na sessão, o relator do caso, Luiz Fernando Bandeira, deve apresentar seu voto aos demais conselheiros.

 

De acordo com a Coluna do Estadão, em despacho, Bandeira deu até o dia 2 de agosto para que o procurador-geral da República, Augusto Aras, o corregedor Rinaldo Reis Lima e o próprio Dallagnol se manifestem, caso queiram.

 

Relator da denúncia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contra Dallagnol por suposta cooperação com o FBI de maneira ilegal, o conselheiro Otávio Luiz Rodrigues Jr. também poderá se manifestar no mesmo prazo.

 

O processo contra o procurador vai para a pauta do CNPM em momento de tensão entre a força-tarefa da Lava Jato e o procurador-geral Augusto Aras. Em polêmica decisão recente, o presidente do STF, Dias Toffoli, a pedido de Aras, determinou o compartilhamento total de informações das forças-tarefas com a PGR. *BN

Foto: Rede Brasil Atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close