Incentivo a fontes de energia vai custar R$5,6 bi aos brasileiros em 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estima que os consumidores brasileiros vão pagar R$5,6 bilhões em 2020 para financiar políticas públcias de incentivo a fontes de energias, como eólica, solar, biomassa e até carvão.

 

O valor não inclui, no entanto, o custo do benefício dado a quem gera a própria energia por meio de painéis solares. Segundo a Aneel, esse subsídio deve atingir R$ 995 milhões em 2020.

 

O incentivo é uma das ações do governo no setor elétrico cobertas pela chamada Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). O dinheiro que abastece esse fundo vem de um encargo cobrado nas contas de luz de todos os brasileiros. *BN

Foto: Ari Vesiani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close