Dados da eficácia global da CoronaVac no Brasil serão apresentados pelo Butantan na terça (12)

O secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse em entrevista à GloboNews na manhã desta segunda-feira (11) que os dados da eficácia global dos testes da CoronaVac realizados no Brasil serão apresentados em coletiva de imprensa no Instituto Butantan nesta terça-feira (12).

“Esses dados que nós chamamos de eficácia global estão em posse do Butantan e da agência reguladora, a Anvisa, e dessa maneira saberemos todos amanhã essa informação que é de fundamental importância para que nós possamos inseri-la inclusive nas próprias campanhas [de vacinação]”, disse o secretário.

Na semana passada, o Instituto disse que a vacina atingiu 78% de eficácia em casos leves e 100% para casos graves e moderados, ou seja, a vacina protegeu contra mortes e complicações mais severas da doença.

Entretanto, a eficácia global da Coronavac, que aponta a capacidade da vacina de proteger em todos os casos, sejam eles leves, moderados ou graves, ainda não foi divulgada.

Na Indonésia, dados preliminares de testes de fase 3 no país mostraram uma eficácia de 65,3% para a vacina. O país aprovou o uso emergencial da CoronaVac e o presidente do país, Joko Widodo, deve receber a primeira dose na quarta (13).

No cálculo de especialistas, a eficácia global da CoronaVac no Brasil também deve ficar pouco acima de 60%, o que é considerado um bom índice de proteção.

A CoronaVac é uma vacina contra a Covid-19 que usa vírus inativados. Ela é desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que é vinculado ao governo de São Paulo. De acordo com os pesquisadores chineses, a CoronaVac não apresentou “nenhuma preocupação com relação à segurança”. A maioria das reações foram leves, sendo que a mais comum foi a dor no local da injeção. *G1

Foto: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close