Contra o Internacional, Bahia tem mudanças de atitude, no esquema e nas substituições

Quatro dias após ser goleado em casa pelo Flamengo, o Bahia voltou a entrar em campo. O adversário da vez era o Internacional, líder do Campeonato Brasileiro. No banco, o time baiano já não tinha Roger Machado, demitido na última quarta-feira. Cláudio Prates foi o responsável por comandar interinamente a equipe baiana. E o comando técnico não foi a única modificação presente no Tricolor.

Para começar, Prates modificou o esquema tático da era Roger Machado. O 4-2-3-1 deu lugar a um 4-4-2 que alternava para um 4-3-3, com um meio-campo mais encorpado no sistema de marcação. Ronaldo e Gregore formaram um cinturão na frente da área para não deixar o Internacional jogar pelo centro do campo. Com mais liberdade, Daniel seguiu responsável por articular a saída de bola, enquanto Élber caia pelos lados para possibilitar a puxada de contra-ataque. Gilberto e Rodriguinho se posicionaram no ataque, à espera da possibilidade de proporcionar tabelas e aproveitar passes em profundidade.

Cláudio Prates fez mudanças também na equipe titular. Anderson e Lucas Fonseca, muito criticados na derrota para o Flamengo, foram parar no banco de reservas. No gol, Matheus Claus disputou a primeira partida pela Série A do Campeonato Brasileiro e deu conta do recado. Apesar dos dois gols do Internacional, o goleiro fez boas defesas, mostrou boa leitura das jogadas e segurança.

Com um time voltado para o contra-ataque, o Bahia conseguiu fazer um primeiro tempo equilibrado, sem sofrer muito, apesar da maior posse de bola do Internacional. Na maior parte do tempo, o time marcou a partir do meio-campo. Porém, quando avançou as linhas, colheu bons frutos. Após pressionar a saída de bola do Internacional, Daniel passou para Rodriguinho, que mostrou categoria, deixou o marcador no chão e bateu de chapa para balançar as redes.

O gol de empate do Internacional veio de um vacilo de Juninho. O zagueiro teve a bola dominada, buscou espaço para afastar o perigo, mas hesitou. Tocar a bola pela lateral era a melhor opção no lance, já que a defesa poderia se organizar novamente e evitar o cruzamento. Porém, ele escolheu tentar um chutão, errou e viu Thiago Galhardo cruzar na cabeça de Patrick.

No segundo tempo, o Bahia voltou a cometer equívocos que um time voltado para o contragolpe não pode se dar ao luxo de apresentar. Os jogadores erraram passes, falharam no momento de escolher a melhor alternativa para as jogadas de velocidade e o time acabou punida por uma barbeiragem da arbitragem. O árbitro Bráulio da Silva Machado marcou pênalti após uma dividida entre Cuesta e Gregore. A avaliação foi de que Gregore havia empurrado o zagueiro colorado. A comentarista de arbitragem Nadine Bastos opinou que não houve penalidade.

O VAR chamou o árbitro para rever o lance, porém não houve mudança na decisão final. Na cobrança, Thiago Galhardo bateu forte, no alto, sem chance de defesa para Claus. Com o Bahia em desvantagem no placar, Cláudio Prates fez mudanças pouco usuais na era Roger Machado. Fessin e Edson, que quase não foram utilizados pelo antigo treinador tricolor, ganharam a chance de atuar. Clayson, que não faz boa temporada, entrou na vaga de Gilberto para dar maior mobilidade ao setor ofensivo.

O Bahia ganhou mais volume de jogo e foi recompensado nos acréscimos do segundo tempo. O VAR chamou o árbitro para analisar uma falta sem bola de Rodinei em cima de Élber. Bráulio da Silva Machado marcou pênalti, que foi convertido por Clayson.

Além do ponto conquistado fora de casa, o Bahia pode celebrar uma postura firme dos jogadores em meio a um momento difícil, que inclui a mudança do comando técnico. Se o comportamento for mantido, o próximo treinador chegará ao clube com opções para montar uma equipe competitiva, bem diferente da apatia demonstrada em alguns momentos dos últimos jogos.

O Bahia volta a jogar na próxima quinta-feira, contra o Grêmio, no estádio de Pituaçu, em Salvador. A partida está programada para 19h15 (de Brasília). Suspenso pelo terceiro amarelo, Ronaldo não estará à disposição para o confronto. *GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close