Apresentado, Matheus Frizzo fala sobre transição até virar volante: “Gostava de jogar perto do gol”

O volante Matheus Frizzo foi contratado pelo Vitória para reforçar o setor de marcação do meio-campo. Mas nem sempre o atleta de 22 anos foi visto como uma peça para compor o sistema defensivo. Apresentado nesta quarta-feira, ele contou que atuava como meia articulador até chegar ao time sub-23 do Grêmio, em 2018. No Rio Grande do Sul, foi recuado e acabou longe do gol.

De início, a ideia parecia ruim, mas, hoje, o jogador está acostumado com a função e se diz pronto para auxiliar a equipe rubro-negra na Série B do Campeonato Brasileiro.

– Tive um treinador, Thiago Gomes, da transição, que conversou bastante comigo e viu que eu poderia render mais vindo de trás, jogando como volante, construindo mais o jogo e dando mais volume ao time. No começo, eu não gostei muito da ideia, porque sempre tive características mais ofensivas, gostava de jogar perto do gol. Mas, ao longo dos treinos e jogos, ele foi me convencendo e mostrando que tenho capacidade para jogar de volante. Desde então, eu tenho uns dois, três anos que venho atuando na posição, me adaptei bem. Hoje me vejo jogando no meio-campo, construindo mais o jogo, ajudando mais a equipe na parte ofensiva e defensiva e me sinto bem nessa posição – disse Frizzo nesta quarta-feira, na sua primeira entrevista coletiva no clube.

Frizzo em treino no Vitória — Foto: Letícia Martins / EC Vitória / Divulgação

Frizzo em treino no Vitória — Foto: Letícia Martins / EC Vitória / Divulgação

A estreia de Frizzo pelo Vitória ocorreu na última sexta-feira, no empate sem gols com o Brasil de Pelotas, no Barradão. O volante entrou na vaga de Lucas Cândido, que se machucou ainda no primeiro tempo. Caso seja necessário, o novo reforço rubro-negro não descarta também jogar como primeiro volante, o que o deixaria ainda mais longe do gol.

– Hoje, o jogador de meio-campo, se ele quiser ter sucesso, tem que ser o mais completo possível. Tenho características ofensivas, mas venho tentando me aprimorar mais ao longo dos treinos e jogos na parte defensiva. Já joguei muitos jogos como primeiro volante, gosto dessa posição e estou à disposição do treinador e do clube.

A chance para atuar como primeiro volante pode surgir já na próxima rodada da Série B. Titular da posição, Guilherme Rend está suspenso pelo terceiro amarelo e não enfrenta o Sampaio Corrêa no domingo, às 16h (de Brasília), no Castelão, em São Luís.

Para o futuro, Frizzo não descarta concorrer diretamente com Rend pela titularidade na posição. Os dois possuem a mesma idade, o que exclui da disputa o fator “experiência”.

– Acredito que hoje, no futebol, não importa muito a idade, é mais o que você produz dentro de campo. Guilherme Rend vem em um bom momento, pude conviver um pouco com ele nesses dias e vejo que é um grande jogador. Claro que isso me dá mais motivação [concorrer com um jogador da mesma idade]. Vejo que o clube aposta em jogadores mais jovens também, isso nos motiva mais para trabalhar e seguir buscando nossas oportunidades. *GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close