Obesidade: em 20 anos, o problema pode afetar metade dos brasileiros, diz estudo

Crédito foto obesidade: Freepik

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a obesidade deve fazer parte da vida de quase metade da população brasileira adulta nos próximos 20 anos. Segundo os pesquisadores, se as tendências atuais forem mantidas, 48% dos adultos serão obesos até 2044 (83 milhões de pessoas), e outros 27% terão sobrepeso (47 milhões).

O estudo mostra que a obesidade quase dobrou de 2006 para 2019, atingindo 20,3% da população adulta do país. Hoje, 34% dos brasileiros têm obesidade e 22% estão acima do peso. “Infelizmente ainda estamos vivendo um estilo de vida que não favorece a atividade física e contribui para o aumento da obesidade. As pessoas passam o dia sentadas, no computador, usando telefone para tudo.

Luiz Evandro, Diretor Técnico da Rede Alpha

O estilo mais virtual retirou da rotina alguns pequenos hábitos, que representavam atividades de gasto energético. Coisas que na maioria das vezes poderíamos fazer caminhando, ou até pedalando”, explica Luiz Evandro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness.

O estudo aponta uma série de medidas que podem ser tomadas para enfrentar essa crescente epidemia de obesidade. A primeira delas é o tratamento de casos existentes de obesidade dentro do sistema de saúde, evitando também que casos de sobrepeso evoluam para obesidade. As orientações também incluem a prevenção do sobrepeso e da obesidade em todas as faixas etárias por meio de escolhas alimentares saudáveis. Escolhas alimentares saudáveis incluem o consumo de alimentos frescos e minimamente processados.

“Para quem quer começar a se exercitar, a dica é iniciar por uma modalidade menos intensa e com um acompanhamento profissional, para familiarização e aprendizagem, além de exercícios de fortalecimento muscular. Cuidar da alimentação também é fundamental”, finaliza o especialista da Rede Alpha Fitness.

Crédito foto obesidade: Freepik

Chris Midlej

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close