Nova rota entre Salvador e Paris vai incrementar turismo baiano

fotos Thuane Maria GOVBA

Operação da Air France na capital baiana terá inicio em outubro

A partir do dia 28 de outubro deste ano, a viagem entre as cidades da Torre Eiffel e do Elevador Lacerda ficará mais rápida. É que, nesta data, a Air France-KLM inicia a operação da nova rota Paris-Salvador, ampliando a presença da companhia aérea no Brasil. A decisão foi anunciada, hoje (18), pelo governador Jerônimo Rodrigues, em reunião no Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Salvador será o quinto destino da companhia francesa no Brasil, que, hoje, opera em São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Belém. Os voos, que fazem parte da mais nova rota operada pela Air France no mundo em 2024, também ligarão outras cidades na Europa, Ásia e África.

“Com essa parceria, nós, do Estado, conseguimos garantir que a marca Bahia possa ser explorada e expandida para todo lugar. Ter um voo com o destino Bahia-Europa não nos limita apenas a Paris e França. É uma porta de entrada tanto para a Europa quanto para a Ásia, para a China e assim por diante”, afirmou o governador, que acrescentou: “nós abrimos possibilidades de negócios, temos interesse em dialogar com o trade turístico, restaurantes, bares, hotéis, casas de shows. A Bahia, hoje, principalmente com a Europa, tem muito investidores, por exemplo, na área de energia renovável. Essas pessoas vão e voltam constantemente ao turismo de negócios. Quem pousa aqui, em Salvador, pode, tranquilamente, se dirigir ao oeste, ao extremo sul. Então, estamos falando de geração de renda, geração de emprego, recuperação dos vôos da pandemia. É uma tentativa de busca para ampliarmos os voos internos, regionais, no estado da Bahia”.

O trecho será operado três vezes por semana, por modernas aeronaves Airbus A350-900, marcando o maior modelo a operar, regularmente, no Aeroporto Internacional de Salvador. Terá um tempo estimado de dez horas no ar.

O diretor-geral da Air France na América do Sul, Manuel Flahaut, comenta a importância desta ligação: “estou muito feliz de poder anunciar uma nova rota aqui, no Brasil. Eu gostaria de salientar que é um investimento de largo prazo. A nossa intenção não é abrir por alguns meses e parar de operar. É, realmente, poder continuar com o tempo. No futuro, poder crescer. Nosso primeiro objetivo é rentabilizar esse investimento. E, para isso, vamos trabalhar, junto com o Governo da Bahia, para fazer de Salvador um ponto de entrada que possa beneficiar todos os clientes que vêm do centro, do nordeste, que, hoje, têm que passar por São Paulo, Rio, para conectar a Paris. Agora, Salvador é uma localização mais estratégica, que vai evitar esse desvio. O tempo ganhado é muito importante para os clientes do Brasil, não só daqui, de Salvador, mas do interior do país”.

A adição dessa ligação coloca a capital baiana como mais um ponto de conexão importante para viajantes internacionais, ampliando as opções de destinos diretamente acessíveis a partir da cidade. Além disso, fortalece a economia local e o setor de turismo, permitindo um fluxo mais ágil e conveniente entre a capital baiana e um dos destinos mais icônicos da Europa.

O secretário estadual do Turismo, Maurício Bacelar, destacou a relevância deste voo para fortalecer o setor. “É fruto do trabalho que o Governo do Estado vem tendo na qualificação da mão de obra, nas obras de infraestrutura e na promoção do destino Bahia em âmbito internacional, nacional e regional. Esta ligação com Paris é importante, por Paris ser um grande hub internacional. O Aeroporto Charles de Gaulle está ligado a 187 destinos na África, na Europa e na Ásia. E, a partir do estabelecimento desse vôo, vai ficar muito mais fácil para que os turistas internacionais cheguem a Bahia”, lembrou ele.

Pela localização estratégica de Salvador e pelo fato de a aeronave não parar em outros locais, a nova rota vai diminuir o tempo de viagem em 15%. De acordo com dados da Polícia Federal, que faz o registro de turistas internacionais, a Bahia é o principal receptor do norte e nordeste do Brasil de visitantes vindos de outros países.

Ainda no encontro, Jerônimo Rodrigues e representantes da companhia aérea discutiram como reduzir os custos da aviação, com ampliação das rotas e aumento no número de passageiros. Também foi levantada a possibilidade de capacitação de pessoas para trabalhar com o turismo.

O governador lembrou do envio de um projeto de lei (PL) para a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) estabelecendo incentivos para as companhias aéreas que oferecerem voos internacionais. Isso se dará mediante atendimento aos pré-requisitos determinados.

Na segunda-feira (17), os representantes da Air France fizeram uma visita técnica ao Aeroporto de Salvador, seguida de tour pelo Centro Histórico, com parada no posto do Serviço de Atendimento ao Turista ( SAT) no Terreiro de Jesus. Em seguida, eles caminharam por ruas do Pelourinho, conheceram algumas igrejas e experimentaram o acarajé.

Repórter: Anderson Oliveira/GOVBA

Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
www.comunicacao.ba.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close