Mistério em Camamu: Professora desaparece há 10 dias e deixa cidade em angústia

Ariane Roma dos Santos, de 36 anos, está desaparecida.

Nesta quinta-feira (04), completam-se 10 dias desde o desaparecimento da professora Ariane Roma dos Santos, de 36 anos, moradora da cidade de Camamu, na Bahia (relembre aqui). Ariane foi vista pela última vez às 15h do dia 25 de junho, quando saiu de casa com destino à Cidade Baixa, em Camamu.

Segundo familiares, a educadora estava indo à casa de uma costureira e desapareceu. O sistema de monitoramento de um estabelecimento comercial registrou o momento em que a professora passou pelo local, sendo este o último registro de Ariane antes de seu desaparecimento.

Esse é o último registro de Ariane antes de seu desaparecimento.

A polícia civil de Camamu está investigando o caso, mas até o momento, a família não tem informações, pois a polícia mantém sigilo nas investigações. Ariane deixa um filho de apenas 5 anos de idade, que está sob os cuidados dos familiares.

Enquanto a professora não é encontrada, a cidade de Camamu, junto com amigos e parentes, vive momentos de muita aflição, angústia e sofrimento. O que realmente aconteceu com a professora Ariane Roma dos Santos? A cidade aguarda respostas enquanto a investigação continua. (Ubaitaba Urgente).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close