Valença: Troféu Imprensa 2021

Na noite de ontem (11.12) aconteceu mais uma edição do Troféu Imprensa criado e comandado pelo radialista Rodrigo Mário, mas que dessa vez foi executado por um grupo de empresários como RM Comunicações, Agência Andrade, Adriana Samanguaiá e Conect Telecom com o apoio de Marcos Medrado, MedLab, Uniclin pró saúde e cerveja Devassa. O evento foi realizado no espaço cultural Brasiliense com casa lotadíssima e num espaço grandioso onde ninguém sofreu risco de infecção viral por ser um local totalmente aberto e arejado.

O evento foi muito bonito, a organização macro foi bacana, o local muito bom, inclusive com a inovação de camarotes e inclusão de categorias culturais populares na premiação, chamando atenção para os apresentadores que foram genuinamente valencianos e os shows musicais que foram feitos com artistas locais e não deixou nada a desejar, o cantor Cinho foi perfeito e o pessoal se divertiu bastante com o estilo popular de Daiane Felix que botou o pessoal para dançar.

Como quase todo evento tem pontos negativos, vamos falar das reclamações dos presentes na festa, esses são realmente pontos que devem ser revistos no próximo ano. As pessoas reclamaram que não houve distribuição de comidas na maioria dos setores, inclusive eu comprovo porque no meu não passava, e por conta disso observei que apenas uma pequena parte do grande público recebeu comidas e bebidas nos intervalos normais os demais não receberam, e quando foi aberto o jantar as pessoas precisaram se submeter a uma fila enorme para se servirem, os mais idosos ficaram sem comer por conta da fila. Fica a dica pelo retorno da distribuição de comidinhas de qualidade durante o evento inteiro nas mesas e em todos os setores porque ontem ficou bastante aquém do que o evento merece.

Outra reclamação muito falada foi a entrega dos prémios nas mesas, as pessoas queriam mostras suas vestes, tirar suas fotos no tapete vermelho como é de praxe, e ontem não foi possível, ficou difícil para os fotógrafos encontrar os premiados e deu um ar de pouca importância na entrega de um prêmio que para eles é significativo como resultado dos seus trabalhos. Conversamos com o criador do prêmio Rodrigo Mário para saber o motivo da mudança e ele nos revelou que foi contra essa forma, mas foi voto vencido.

Organizar um evento não é fácil, mas também não se pode fingir que tudo esteve bem. Quanto a organização para realização, esteve tudo perfeito, porém, a prática no local vai precisar melhorar para ganhar o selo de perfeição. No mais parabenizar o Rodrigo Mário e seus associados pela coragem de realizar a premiação nesses tempos difíceis. Para finalizar com uma boa critica, os premiados gostaram muito da nova cara do Troféu Imprensa.

Opinião

    Galeria de fotos em construção














































Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close