‘Vou te matar com explosivos’, ‘Vamos sequestrar a sua mãe, estuprá-la’, diziam ameaças a Jean Wyllys

Foto : José Cruz / Agência Brasil

As ameaças que levaram o deputado federal baiano Jean Wyllys (PSOL-RJ) a anunciar ontem (24) que desistiu do mandato e vai deixar o país, são graves, segundo relevou hoje (25) o jornal O Globo. De acordo com a publicação, o parlamentar recebia pelas redes sociais, no e-mail e telefone do gabinete em Brasília, ou em seu e-mail pessoal, mensagens como Vou te matar com explosivos”, “Já pensou em ver seus familiares estuprados e sem cabeça?”, ” Vou quebrar seu pescoço”, entre outras. Enviada de maneira anônima, uma das mensagens mencionava até mesmo a utilização de explosivos. “Eu vou espalhar 500 quilos de explosivo triperóxido de triacetona, explosivo tão perigoso e potente que é chamado de mãe de Satan pelos terroristas do Estado Islâmico. […] Se vocês duvidam que tenho capacidade para fazer isto, apenas vejam como é fácil produzir o explosivo”, dizia. A rotina de ameaças fez com que a Polícia Federal abrisse cinco investigaçõess e, além disso, obrigou o deputado a andar com escolta policial desde março do ano passado, mesma época do assassinato da vereadora Marielle Franco, sua companheira de partido. (Metro 1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com