SUS vai monitorar quantidade de cesarianas por sistema online e estimular a opção pelo parto normal





O Ministério da Saúde anunciou a criação de sistema online para monitorar a quantidade de cesarianas realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. A ferramenta é prevista para iniciar no dia 19 de março.

De acordo com o ministro Ricardo Barros, o intuito é a diminuição da realização desse tipo de parto quando desnecessário. “Vamos identificar o número de cesáreas e que ações podem ser realizadas para evitar esse tipo de procedimento”, afirmou a EBC.

O ministério informou que em 2017 o número de partos normais alcançaram 58%. Apesar do resultado, o departamento considera o percentual baixo. Outra ação é o Projeto Parto Cuidadoso, que vai investir na capacitação de enfermeiras obstétricas para atenção ao parto normal.

Atualiza Bahia

Foto: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *