Roger Machado exalta ações inclusivas do Bahia: ‘Causas que defendo’

Sob a gestão do presidente Guilherme Bellintani, o Bahia ganhou o Núcleo de Ações Afirmativas, que vem promovendo ações importantes de inclusão. Homenagens aos negros, índios e campanhas contra o preconceito já puderam ser vistas no Esquadrão de Aço. Parte importante do trabalho em campo, o técnico Roger Machado exaltou o que é feito fora das quatro linhas e disse que defende as mesmas causas.

 

“Nos deixa mais motivados em fazer com que o campo esteja à altura. Todas as causas que defendo na minha vida e estar nesse momento no Bahia é motivo de orgulho. O clube se envolve em causas importantes, querendo atender às minorias e fazer planos para sócios que não tem poder aquisitivo para entrar no estádio. Futebol veio pela elite e está voltando porque o pobre não pode ir ao campo, o jogo não é transmitido em canal aberto. As pessoas estão voltando a ouvir o jogo no rádio. Quando eu vejo essas atitudes, bato palmas todos os dias. Rezo para que os resultados me ajudem a permanecer no clube e que as conquistas possam ser à altura”, declarou, em entrevista à TV Bahêa.

 

Único treinador negro da Série A, Roger destacou a importância de discutir sobre o racismo para que “as injustiças sejam corrigidas”.

 

“Não se falava. As pessoas fingiam que o preconceito não existia, como se não falar sobre isso fosse matar o preconceito. A gente precisa entender porque para poder aceitar que ele existe, mas que a gente está movido na intenção de corrigir essas injustiças. Nunca se falou a respeito e hoje se fala. A gente precisa conversar a respeito disso”, completou.

 

Neste sábado (1º), Bahia e Grêmio se enfrentam às 19h em Pituaçu e farão uma campanha contra o preconceito em parceria com Observatório da Discriminação Racial no Futebol. *BN

Foto: EC Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close