‘Por mais que seja amigo, não posso ser a favor’, diz Dani Alves sobre agressão de Neymar

Grande amigo de Neymar, Daniel Alves condenou a agressão do camisa 10 do PSG a um torcedor após a derrota na final da Copa da França para o Rennes. O baiano falou com a imprensa logo após o revés do time francês para o Montpellier, nesta terça-feira (30).

“Acredito que é um momento bastante delicado. Tínhamos perdido o título e ele estava de cabeça quente. Foi uma reação, acredito que não acertada naquele momento. Não se pode instigar esse tipo de coisa. Tem que ter um pouco mais de controle. Acredito que são aprendizados que a vida vai te dando. Você tem que errar para melhorar. Não de tal forma, mas esse erro vai fazer com que ele possa refletir um pouco. O Ney é um moleque excepcional, mas em certos momentos um pouco esquentado”. afirmou Dani, segundo o GloboEsporte.com.

“Tem reação desse tipo que, por mais que seja amigo, não posso ser a favor. Acredito que aprendeu. A base de golpe acredito que aprendeu e espero que isso não volte a acontecer”, completou o lateral-direito.

Quem também se posicionou sobre a agressão de Neymar foi o zagueiro Marquinhos. O atleta é o atual capitão do PSG  e criticou à atitude do compatriota.

“Acho que ele mesmo sabe que cometeu um erro. Quando agredimos uma pessoa, erramos. Ele não é mais um menino e sabe quando erra e quando acerta”, disse Marquinhos.

“Que sirva de aprendizado para ele. Sabemos que as coisas com Neymar tomam uma dimensão muito grande, ele já está acostumado com isso. Erros acontecem e estão aí para aprender”, concluiu. *A informação é do Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *