Parlamento Jovem: Estudantes baianos tomam posse como deputados federais em Brasília

 

Seis estudantes baianos estão representando o Estado da Bahia, em Brasília, no Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) 2019. Eles estão entre os 78 alunos das redes pública e privada de todo o Brasil, que tomara posse e estão vivenciando, na prática, durante toda esta semana (de 23 a 27), o trabalho dos deputados federais. Nestes dias, eles estão elaborando projetos de leis e debatendo, na Câmara dos Deputados, temas de grande importância para o país.

 

Os estudantes que estão representando a Bahia são Adriele Barbosa, do Colégio Estadual Senhor do Bonfim, localizado em Salvador; Adriele Lisboa, do Colégio Estadual Mario Teixeira de Freitas, também de Salvador; Igor dos Santos, do Colégio Estadual Ouro Negro, em Candeias; Maria Antonia Dezidério, do Colégio Militar de Salvador; Juliana Gomes, do Villa Campus de Educação, de Salvador; e Mariana Santos Gomes, do Colégio Sementes do Saber, localizado em Conceição do Almeida.

 

A estudante Maria Antonia Dezidério, do Colégio Militar de Salvador, foi eleita presidente do PJB e falou do significado deste momento. “Foi uma eleição muito difícil, porque o nosso partido contava com a minoria. Tínhamos 33 votos e precisávamos ganhar no discurso. Quando eu fiz o meu discurso, algumas pessoas que estavam em dúvida resolveram nos apoiar e fomos para 39 votos. Houve um empate e eu ganhei porque sou mais velha e as pessoas se sentiram representadas. A minha atuação nos próximos dias vai ser de defender as pautas que eu disse no meu discurso, de igualdade e sempre buscando um balanceamento entre as ideias. Espero ser uma boa presidente da Câmara”, afirmou.

 

O coordenador de Políticas para Juventude da Secretaria da Educação do Estado, Jocivaldo Bispo, que acompanha os estudantes em Brasília, falou sobre o significado da eleição de Maria Antônio e desta vivência no Parlamento para o grupo. “Para nós, a eleição de Maria Antônia coloca o Estado da Bahia em destaque nacional, visto que a qualidade do projeto e a qualidade da articulação dos seis jovens do Estado permitiram que a eleição de Maria Antônia, que começou quase perdida, fosse efetivada. Ela é uma mulher, jovens com 19 anos, nordestina, baiana e preta. Esta é a contribuição de debate e qualificação da política que o Estado da Bahia possibilita ao Brasil. Além disto, ela será presidenta durante um ano e empossará o próximo presidente do Parlamento Jovem Brasileiro em 2020”, afirmou. *SEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com