ONU estima que 1,7 milhão de pessoas foram infectadas pelo HIV em 2018

Foto: Reprodução/ShutterStock

Cerca de 1,7 milhão de pessoas em todo o mundo foram infectadas pelo vírus HIV no ano passado, a estimativa foi feita pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), documento divulgado nesta terça-feira (16).

O número representa uma redução de 16% ao comprar com os índices de 2010. O documento ‘Atualização Global sobre a Aids – Comunidades no centro’ revela que a queda foi impulsionada principalmente por progressos no leste e no sul da África.

Conforme desta reportagem da Agência Brasil, o estudo, lançado em Genebra, na Suíça, e em Eshowe, na África do Sul, faz um alerta. O documento destaca que enquanto alguns países têm avanços acentuados, outros tem observado o aumento de novas infecções pelo vírus e de mortes relacionadas à aids. O relatório aponta ainda uma desaceleração na redução de novas infecções por HIV.

O relatório indica que o panorama da epidemia no mundo vem mudando. No ano passado mais da metade de todas as novas infecções por HIV foram em pessoas que integram as chamadas populações-chave, que incluem profissionais do sexo, pessoas que usam drogas, homens gays, homens que fazem sexo com homens, transexuais e presidiários – e seus parceiros.

Globalmente, as novas infecções por HIV entre mulheres jovens (com idade entre 15 e 24 anos) caíram 25% entre 2010 e 2018. *Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com