O papel de Marquinhos na luta do PSG pela Champions League

A busca do Paris Saint-Germain pela glória na Liga dos Campeões pode ter fracassado depois de perder na final contra o Bayern de Munique, mas ao olhar com um foco mais amplo nos avanços que o time fez nesta temporada encorajará a torcida do clube francês. Ter se livrado das algemas que prendiam o PSG nas últimas temporadas da Champions League é um obstáculo em si, e o caráter que a equipe mostrou para aproveitar ao máximo o final da temporada merece aclamação.

Grande parte desta força vem de Marquinhos, o maestro defensivo do PSG, que se sente tão à vontade tanto no meio-campo quanto no miolo da zaga. O brasileiro há muito é considerado um dos melhores jogadores, com um conjunto de habilidades único, considerando jogadores defensivos que saem com a bola no futebol moderno, o PSG tem um dos melhores do mundo em suas mãos.

Como outros tantos grandes brasileiros do passado, Marquinhos fornece ímpeto incrível na zaga, ajudando a impulsionar a equipe para a frente e canalizar a bola para as estrelas do ataque – o temível trio de Neymar, Kylian Mbappé e Ángel Di María . Uma equipe com tamanha capacidade ofensiva corre sempre o risco de estar desequilibrada e de ser suscetível a falhas defensivas, mas Marquinhos é uma espécie de âncora na zona defensiva do PSG.

Suas habilidades variam de atributos defensivos clássicos, como carrinhos, interceptações e força em situações de um-a-um, a qualidades mais exóticas no âmbito ofensivo. Para um jogador defensivo, ele tem um bom faro de gol e gosta de encontrar espaços nas grandes áreas adversárias. Um jogador com habilidades tão abrangentes sempre corre o risco de se tornar um pau para toda obra e não um líder, mas os instintos ofensivos de Marquinhos nunca prejudicaram suas capacidades defensivas.

Esses instintos ficaram evidentes em Portugal durante a caminhada do PSG até a final da Liga dos Campeões. Ele apareceu para marcar o gol de empate, vital na vitória de sua equipe sobre o Atalanta nas quartas-de-final, um gol que abriu caminho para Eric Maxim Choupo-Moting para roubar a vitória no último suspiro. Ele voltou a estar presente na semifinal, abrindo o marcador aos 13 minutos e dando o tom para uma vitória dominante do PSG sobre o RB Leipzig. A presença de Marquinhos foi muito importante para o PSG se estabelecer como candidato nas apostas online da Betfair e chegar à final.

Não era para ser contra o Bayern de Munique, apesar dos melhores esforços de Marquinhos e seus companheiros, mas sente-se que aos 26 anos haverá mais finais importantes chegando ao caminho do brasileiro. De fato, para sua seleção nacional, ele se tornou uma figura importante e tentará ajudar a levar o time à glória na Copa do Mundo de 2022 no Catar.

Com Thiago Silva saindo do PSG neste verão europeu, talvez agora seja a hora de Marquinhos se firmar como o general defensivo do clube francês. É uma equipe que precisa curar a dor da derrota em uma partida de tão alto nível, mas a qualidade de jogadores como o Marquinhos significa que haverá muito mais chances de estrelas brilharem no palco principal da Champions League.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close