Marun diz que Temer deve usar feriado para decidir sobre reforma ministerial




por Estadão Conteúdo

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta quarta-feira, 28, que o presidente Michel Temer usará o feriado de Páscoa para tomar as decisões sobre a reforma ministerial. “Temer está fazendo as últimas avaliações para tomar decisões definitivas”, disse o ministro em entrevista no Palácio do Planalto. Marun disse que “até agora, nenhuma decisão definitiva foi tomada”.

Segundo o titular da Secretaria de Governo, nenhum partido é dono de cargos no governo, mas Temer aceita sugestões. Ao ser questionado sobre a indicação de Eduardo Guardia, secretário-executivo da Fazenda, para suceder o ministro Henrique Meirelles, Marun reiterou que não há nenhuma definição de nomes.

O ministro ainda afirmou que outro dos nomes cotados para a sucessão de Meirelles, o ministro Dyogo Oliveira, só deixará o Ministério do Planejamento se ele mesmo desejar. Marun disse que, apesar da troca de comando no Ministério da Fazenda, as equipes econômicas permanecerão no governo. O ministro também disse que, neste momento, o governo não condiciona a permanência dos partidos à frente de ministérios a um apoio à candidatura do presidente à reeleição.

Deputado licenciado do MDB do Mato Grosso, Marun disse que abriu mão de disputar as eleições a pedido do presidente: “Sou um homem de palavra, permanecerei no governo, não disputarei as próximas eleições”. Ele confirmou que seu chefe de gabinete, Carlos Henrique Sobral, é um dos cotados com apoio do MDB para assumir o ministério do Turismo, entre outros nomes.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *