Marília Mendonça publicou que sonhou com água, queda d’água e cachoeira’

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, que faleceu em um trágico acidente aéreo na tarde dessa sexta-feira (5/11), revelou, há mais de um ano, que sonhou com “água, queda d’água e cachoeira”. A publicação foi feita no dia 4 de maio de 2020 no perfil oficial do Twitter e voltou a ser compartilhada nas redes sociais após a morte da sertaneja.

Faltavam apenas 4 km para a artista e sua equipe concluírem a viagem entre Goiânia e Caratinga, no Vale do Rio Doce, quando a aeronave caiu em Piedade de Caratinga. Além de Marília, estão entre os mortos seu tio e assessor, o produtor, o piloto e o copiloto.

“Gente, mas eu sonhei com água, queda d’água, cachoeira, rio à noite todinha (…) e não mijei na cama”, escreveu Marília à época. O tuíte está sendo resgatado nas redes sociais pelo fato da queda do avião ter acontecido perto de uma cachoeira na serra de Caratinga.

Em outra publicação, em 5 novembro de 2019, há exatos dois anos, a Rainha da Sofrência, como também era chamada, disse que “trocaria qualquer coisa para não ter que ficar pegando avião”. Na sequência, ela complementou: “Só pra ficar pertinho da família. Mas, é isso! Somos mais fortes do que imaginamos.”

Tragédia em MG

Conforme a Polícia Militar, o piloto da aeronave teria tentado fazer um pouso forçadoe colidiu com as pedras da cachoeira. “Infelizmente, essa aeronave, quando estava próxima do aeroporto, teve dificuldade para aterrissar e tentou um pouso forçado”, informou o capitão Jefferson Luiz Ribeiro, chefe da comunicação da PM na cidade.

O avião que levava Marília Mendonça e sua equipe para Caratinga saiu do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, às 13h02, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Foram quase 2h30 de voo. Os primeiros chamados para o Corpo de Bombeiros dão conta de que a aeronave caiu por volta das 15h30.

O avião, de prefixo PT-ONJ, pertence à PEC Táxi Aéreo, sediada em Goiânia. A aeronave estava em aproximação final para pouso no Aeroporto de Ubaporanga, quando caiu faltando 4 km para chegar na cabeceira da pista.O acidente aconteceu próximo à BR-474. (correiobraziliense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close