Levantamento feito pelo MDB aponta que partido rejeita aliança com Alckmin




Diante dos rumores de uma possível aliança entre o MDB e o PSDB, o Palácio do Planalto começou a ouvir a opinião dos emedebistas sobre o assunto.

O resultado desse levantamento, divulgado pelo jornal O Globo, mostra que a aproximação entre o presidente Michel Temer (MDB) e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) é rejeitada por 20 dos 27 diretórios estaduais da sigla do presidente.

Dessa forma, de acordo com a publicação, se a convenção do MDB fosse hoje, o apoio à candidatura do tucano seria rejeitado por 508 dos 629 delegados do partido.

Segundo O Globo, conversas indicam que Temer estaria disposto a trabalhar para que o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ocupasse o posto de vice na chapa comandada pelo tucano. Antes mesmo da notícia de que o presidente abriu mão de sua candidatura por Meirelles, ele já havia declarado que sairia da disputa em prol da união dos nomes de centro.

Toda essa movimentação fez com que o DEM, cujo pré-candidato é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), começasse a articular uma coligação com os demais partidos, isolando os antigos aliados PSDB e MDB. *BN

Foto: PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *