Justiça aceita denúncia do MP-BA e barbeiro responderá por morte de mestre Moa

A Justiça da Bahia acatou a denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e tornou réu Paulo Sérgio Ferreira. O barbeiro é acusado de assassinar o mestre de capoeira Moa do Katendê após uma discussão política.

Paulo Sérgio é acusado de homicídio duplamente qualificado, além de tentativa de homicídio contra Germino do Amor Divino, primo de Moa do Katendê. Ele foi ferido ao defender o capoeirista das agressões.

Foto: Bruno Figueiredo / Area de Serviço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *