Jogando em casa, Vitória desperdiça pênalti, perde para o CSA e segue no Z-4

A sequência de invencibilidade do Vitória na Série B do Brasileiro chegou ao fim. O rubro-negro perdeu pela primeira vez desde que o Barradão foi reaberto ao público. Diante de sua torcida, o Leão foi derrotado por 1×0 pelo CSA na tarde desta terça-feira (2).

No primeiro tempo, o Vitória falhou muito na pontaria. O rubro-negro finalizou 10 vezes, mas não mostrou poder de definição. O CSA deixou a desejar na apresentação e investiu contra a meta rival apenas em duas oportunidades, mas em uma delas foi certeiro e estufou a rede. Iury Castilho assinou o tento.

No início do segundo tempo, o Vitória teve a chance de empatar o jogo em cobrança de pênalti, mas Roberto desperdiçou. Aos 22 minutos, o rubro-negro ainda ficou com um jogador a mais em campo, após Éverton Silva ser expulso. O Leão colecionou finalizações, mas novamente não teve a capacidade de balançar a rede. O CSA ainda colocou duas bolas na trave e exigiu do goleiro Lucas Arcanjo, que saiu de campo aplaudido.

Após triunfos para Sampaio Corrêa, Brasil de Pelotas e empate com a Ponte Preta, o Vitória voltou a perder no campeonato. Já são 18 rodadas seguidas na zona de rebaixamento. Com 33 pontos, o time comandado por Wagner Lopes se manteve em 18º lugar.

Já o CSA aumentou as chances de acesso. A vitória fez a equipe alagoana subir para a 5ª posição. Com 51 pontos, está a dois do G4. O Goiás é o 4º colocado e soma 53.

O jogo

O primeiro lance perigoso da partida foi assinado pelo CSA após 17 minutos de bola rolando. Renato Cajá serviu Dellatorre, que chutou de fora da área e exigiu bela defesa do goleiro Lucas Arcanjo. O Vitória reagiu com David. O atacante cabeceou contra a meta e viu Thiago Rodrigues ficar com a redonda.

O CSA abriu o placar aos 32 minutos. Éverton Silva avançou pela direita e fez cruzamento açucarado para Iury Castilho. Ele subiu entre os dois zagueiros rubro-negros, cabeceou como manda a cartilha e correu para comemorar: 1×0 no Barradão.   https://86d2faea7f2bcb1e040efa182e6902d1.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

O Vitória teve a chance de igualar o marcador nos minutos finais do jogo após cruzamento de Raul Prata. Fabinho ajeitou para Bruno Oliveira, mas ele fez a bola subir demais.

Após o intervalo, Renato Cajá teve a chance de ampliar para o CSA depois de receber passe de Gabriel, mas chutou para fora. Na sequência, vacilo da equipe alagoana. Kevyn chegou atrasado e colocou a mão na bola quando Raul Prata tentava avançar dentro da área.

Aos sete minutos, Roberto cobrou pênalti rasteiro, com pouca força. O goleiro Thiago Rodrigues pegou e evitou o empate. A chance desperdiçada pelo Vitória refletiu na arquibancada, que ficou em silêncio por alguns instantes. A torcida voltou a incentivar depois e se queixou com vaias para reclamar das atuações de David e Bruno Oliveira quando eles foram substituídos por Manoel e Soares.

O CSA teve duas boas chances de ampliar o placar. Primeiro, Marco Túlio invadiu a área pela esquerda, passou pela marcação, soltou o pé e só não estufou a rede porque Lucas Arcanjo fez ótima defesa. Depois, Éverton Silva caimbou a trave.

Foi o último lance positivo protagonizado por ele. Aos 22 minutos, o lateral disputou bola com Roberto, deixou o braço no rosto do adversário e foi expulso de campo. O árbitro mostrou o vermelho direto e o CSA passou a jogar com um atleta a menos.

Na tentativa de aproveitar a vantagem numérica, o Vitória pressionou o adversário. De fora da área, Soares chutou bem, mas Thiago Rodrigues salvou o CSA. Não apenas uma vez. No lance seguinte, o goleiro defendeu o chute de Caíque Souza. Lá e cá, o CSA ainda teve chance de ampliar quando Giva Santos chutou rasteiro e a bola explodiu na trave.

Próximo jogo

O Vitória volta a campo já na sexta-feira (5), às 19h, quando visita o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, pela 34ª rodada da Série B do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

Vitória 0x1 CSA – 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Vitória: Lucas Arcanjo, Raul Prata, Wallace, Thalisson Kelven e Roberto; João Pedro, Eduardo (Alisson Santos) e Bruno Oliveira (Soares); Fabinho (Caíque Souza), David (Manoel) e Marcinho (Samuel). Técnico: Wagner Lopes.

CSA: Thiago Rodrigues, Éverton Silva, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn; Geovane, Yuri (Clayton) e Renato Cajá (Gabriel Tonini); Gabriel (Giva Santos), Dellatorre (Wellington) e Iury Castilho (Marco Túlio). Técnico: Mozart.

Estádio: Barradão
Gol: Iury Castilho, aos 32 minutos do 1º tempo
Cartão amarelo: Kevyn, Eduardo, Raul Prata e Alisson Santos
Cartão vermelho: Éverton Silva
Público:  (pagantes)
Renda: R$
Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo, auxiliado por Lucas Costa Modesto e Kléber Alves Ribeiro (trio de DF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close