Homem preso após confessar ter agredido ex-companheira também teria estuprado vítima e deve ser transferido pra Valença, diz delegado

O homem preso após ter divulgado um vídeo confessando ter agredido fisicamente a ex-companheira na cidade de Jaguaripe, no recôncavo baiano, foi denunciado também por ter estuprado a mulher. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (19) pelo delegado Joelson Reis, responsável pelo caso.

De acordo com ele, a mulher afirmou ter sofrido agressões físicas e psicológicas, além de sexuais, e foi expedida uma guia de exame médico para apurar o crime.

“Ela foi intimada para segunda-feira, logo pela manhã, onde foi expedida guia para exame de sanidade física porque ela alegou, além das agressões físicas e psicológicas, ter sido estuprada por ele a partir do momento que ele fez sexo com ela sem consentimento”, disse.

O homem foi identificado como Saulo de Tarso e teve a prisão preventiva decretada na última sexta-feira (16). Ele foi localizado depois que o vídeo viralizou nas redes sociais. Nas imagens, ele diz que empurrou a vítima depois de acessar o aplicativo de mensagens no celular dela. Para a polícia, a vítima contou que eles chegaram a conviver por cinco meses.

As agressões aconteceram em Jaguaripe. A vítima conseguiu fugir do local e foi até a cidade de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, onde registrou a ocorrência, no dia 9 de julho. O crime não foi registrado na cidade de origem porque o agressor tem influência em Jaguaripe.

Ainda segundo o delegado, o material gravado e divulgado pelo agressor, afirmando não ter medo de ser preso e desafiando as autoridades, serviram também para que o Ministério Público instruísse a ordem de prisão.

“[Ele] gravou um vídeo ofensivo a ela [à vítima] e às instituições. A partir do momento em que ele divulga e pede para que seja divulgado o vídeo. Alega que não tem medo de ninguém. Expôs a situação que comprova através dos vídeos os crimes cometidos por ele. O que serviu também como fundamentação para que o Ministério Público instruísse as ordens judiciais”, declarou Reis.

Nesta segunda-feira, Saulo de Tarso será levado para o presídio de Valença, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Nas imagens gravadas, Saulo confessa toda a agressão e expõe a vítima machucada. Apesar dela ser ex-companheira dele, o agressor afirma que ela é “mulher dele”.

“EU ESTOU AQUI PRA ASSUMIR QUALQUER COISA QUE EU FIZER PORQUE O HOMEM, ELE É HOMEM. QUANDO O HOMEM SE DEDICA A UMA MULHER, AMA, FAZ DE TUDO POR ELA E A MULHER FICA COM ‘CONVERSINHA’ COM OUTRO HOMEM, EM WHATSAPP, CELULAR, POR CAUSA DE UM COMPORTAMENTO ESTRANHO. A MULHER CASADA É MULHER CASADA. EMPURREI A CABEÇA DELA. A CABEÇA DELA BATEU NA PAREDE. NÃO TIVE A INTENÇÃO DE ‘RUMAR’ A CABEÇA DELA NA PAREDE, MAS BATEU, BATEU”, CONFESSOU NO VÍDEO.

Além de assumir a agressão praticada contra a ex-companheira, Saulo diz que não se preocupa com a a publicação do vídeo e diz que a mulher pode até mostrar o vídeo para a polícia.

“Se ela quiser mostrar esse vídeo [à polícia], fazer exame, alguma coisa e quiser recorrer, eu quero que ela diga toda a verdade, como é que ela está se comportando como mulher casada. Aí depois, eu estou aqui para assumir qualquer coisa, sair na mão, trocar bala, ir preso”, completa o homem. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close