Giovanni faz alerta para postura do Bahia diante do Galo: ‘É botar a bola no chão’

Com passagem pelo América-MG, o lateral-esquerdo Giovanni conhece bem os caminhos da Arena Independência, local da partida entre Bahia e Atlético-MG no próximo sábado (24), pelo Brasileirão. Em entrevista na última quarta (21), o jogador elogiou o gramado e indicou que o caminho para conseguir um bom resultado é “botar a bola no chão” e jogar.

 

“Gramado muito bom de se jogar, estádio que torcedor exerce muita pressão, como a nossa também. Não tem segredo, é tentar jogar nosso futebol. Temos totais condições de buscar nosso triunfo. É botar a bola no chão e jogar porque se ficar só se defendendo vai sofrer”, declarou.

 

Ciente de que o Galo vai exercer pressão em alguns momentos do jogo, o atleta indicou que a equipe precisa se concentrar e reforçou a tese de buscar os gols.

 

“A gente sabe que é uma equipe que gosta de fazer esse jogo, como a nossa também, pressionar sempre. Vai depender da nossa atitude. Se deixar eles gostarem do jogo vão empurrar a gente para trás. Temos que estar muito espertos, concentrados. Temos que nos impor, buscar o gol. Vai ser junto que tem tudo para ser um bom jogo”, indicou Giovanni, que minimizou a possibilidade do adversário atuar com o time reserva.

 

“Situação complexa. Fala que é equipe reserva, mas jogadores com qualidade para jogar em qualquer time do Brasil. Jogador que está no banco e pode ser titular em qualquer lugar. Jogo difícil, se deixar eles gostarem do jogo fica difícil. Temos que buscar fazer o nosso jogo. Temos que estar concentrados no trabalho. Se soubermos fazer o nosso trabalho temos tudo para buscar o triunfo”, completou.

No momento, o Esquadrão de Aço está na décima posição, com 21 pontos conquistados. *BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *