Ferry e lanchas têm movimento intenso de passageiros em Salvador no penúltimo dia do ano

Os transportes marítimo que ligam Salvador e a Ilha de Itaparica apresentaram movimento intenso de passageiros, na capital baiana, na manhã desta quarta-feira (30), véspera do último dia do ano. A ilha é um destino bastante procurado por baianos e turistas para a virada do ano.

No Terminal Náutico, no bairro do Comércio, de onde saem as lanchas para Vera Cruz, município que fica na ilha, os passageiros formaram filas para embarque.

Situação semelhante ocorreu no Terminal de São Joaquim, na Calçada, bairro vizinho ao Comércio. No local, os pedestres precisaram aguarda em filas tanto para compra de passagens, quanto para embarque.

Os motoristas que queriam embarcar com veículos para a travessia, enfrentaram filas que chegavam à Avenida Oscar Pontes, do lado de fora do terminal e nas imediações da Feira de São Joaquim. A Internacional Travessias Salvador, administradora do sistema ferry boat, informa que estão em operação os ferries: Zumbi dos Palmares, Dorival Caymmi, Rio Paraguaçu, Anna Nery, Pinheiro e Ivete Sangalo, com saídas nos horários regulares (de hora em hora).

Mesmo com fluxo intenso para veículos e pedestres no terminal São Joaquim, em Bom Despacho, o movimento é tranquilo para as duas categorias.

Apesar dos sistemas marítimos registrarem procura intensa nesta quarta-feira, o movimento de saída de Salvador nas estradas e na rodoviária é tranquilo.

Os sistemas de transporte da Bahia, como ônibus interestaduais e intermunicipais, ferry boat e lanchas rápidas funcionam em esquema especial desde 23 de dezembro, por causa do fim de ano. O sistema de lanchas da travessia Salvador-Mar Grande oferta todos os horários regulares, além do reforço de viagens extras (bate e volta), sempre que houver demanda no terminal.

Já a travessia entre Salvador e Itaparica, pelo ferry, tem, além dos horários regulares, a operação de horários extras, com oferta de travessia também durante as madrugadas. A ampliação no atendimento segue até 6 de janeiro.

A restrição no quantitativo de embarque por causa da pandemia do novo coronavírus, tanto no ferry como nas lanchinhas está mantida, limitada a 75% da capacidade de cada embarcação. Já o embarque de veículos segue mantido a 100% da capacidade dos ferries. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close