F1: Chefes de equipe querem carros com maior equilíbrio na pista

A Fórmula 1 ainda não divulgou o novo regulamento que entrará em vigor a partir da temporada de 2021, mas os chefes de equipe já começaram a discutir sobre a categoria. Para o diretor esportivo da RBR, Christian Horner, a atual temporada tem servido para que os envolvidos entendam o que pode melhorar as corridas.

 

“Vimos grandes corridas na Áustria e até em Silverstone. Os pneus têm um papel crucial em tudo isso, então acertar os pneus e ter a aerodinâmica correta será importante para que os pilotos possam seguir e competir um contra o outro. A F1 foi atingida por fortes críticas após o GP da França, mas se beneficiou de quatro excelentes corridas antes das férias de verão. Entendemos o que criou as boas corridas. Algumas são o circuito, algumas são os pneus. Os carros são muito complicados e acho que podemos definitivamente torná-los menos complexos”, disse Horner, segundo o GloboEsporte.com.

 

Já para Frederic Vasseur, da Alfa Romeo, a categoria precisa fazer valer o teto orçamentário para as equipes, visando reduzir entre as equipes. “Se mecanicamente reduzirem a diferença entre o meio e as equipes de ponta, você terá alguns eventos, talvez não 50%, mas alguns eventos em que algo como o GP da Alemanha aconteça. Seria uma sensação enorme para equipes, fãs, pilotos, terem em mente essa possibilidade de brigar pelas seis melhores posições. Até agora não é o caso. Os seis primeiros caem na primeira volta, voltam às boxes, trocam o bico, a asa traseira, voltam e ainda conseguem nos dar uma volta. Você não tem expectativas além de ser apenas sétimo. Mas sinto que está sendo menos”. *BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com