Ex-governador da Bahia e ex-reitor da Ufba, Roberto Santos, morre em Salvador

O ex-governador da Bahia, Roberto Figueira Santos, morreu nesta terça-feira (9), aos 94 anos. A informação foi divulgada pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde ele foi reitor.

“Informo aos membros da comunidade UFBA que Dr. Roberto Santos, nosso ex-reitor e nosso grande amigo, acaba de falecer. A UFBA, mais uma vez, está de luto. Expresso aqui nossos sentimentos mais profundos”, disse o reitor da Ufba, João Carlos Salles, nas redes sociais.

Roberto Santos era médico e professor. Ele governou a Bahia entre 1975 e 1979 e também ministro da Saúde, durante o governo presidencial de José Sarney, entre 1986 e 1987.

Filho de Edgard Rego dos Santos e de Carmem Figueira Santos, se formou em medicina pela Ufba em 1949 e se tornou professor titular da instituição em 1951.

Nos Estados Unidos, se especializou em clínica médica, em uma temporada nas universidades de Cornell, Michigan e Harvard (1950-1953). Depois, foi à Grã-Bretanha, onde se especializou em medicina experimental pela Universidade de Cambridge (1954-1955).

De volta ao Brasil, seguiu atuando na medicina e no ensino superior até ser nomeado secretário de Saúde da Bahia, durante os primeiros meses do governo Luiz Viana Filho. Ele abdicou do cargo ao ser nomeado reitor da Ufba (1967-1971), ocupando a mesma posição que foi exercida pelo pai dele, professor Edgard Santos.

Roberto Santos era membro da Academia Baiana de Letras e da Academia Nacional de Medicina. O ex-governador da Bahia também foi fundador da Academia Baiana de Ciências.

Nas redes sociais, o governador da Bahia, Rui Costa, lamentou a morte de Roberto Santos e decretou luto de três dias.

“Com profundo pesar, recebi a notícia do falecimento do ex-governador Roberto Santos. Médico, professor e ex-reitor da UFBA, dr Roberto Santos deu grande contribuição ao desenvolvimento do estado e deixa um legado de muito trabalho, respeito aos baianos e valorização da ciência”, disse Rui Costa.

“Meus sentimentos aos seus familiares e amigos por esta grande perda. Decreto três dias de luto oficial na #Bahia pela morte de Doutor Roberto Santos”, revelou.

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, destacou a importância de Roberto Santos na história da Bahia.

“O governador Roberto Santos teve importância fundamental na história da Bahia. Foi um ser humano comprometido com o desenvolvimento de nosso estado, principalmente com a Educação e Saúde. Quero expressar meus sentimentos aos seus familiares e amigos nesse momento de dor”, disse o prefeito de Salvador. *G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close