Em meio a decisões, Vitória tem desafio físico com maratona de jogos no mês de abril


Depois de garantir a classificação para as quartas de final da Copa do Nordeste, o Vitória tem um desafio a mais para a fase decisiva do torneio regional: o físico dos atletas. Sem a divisão entre equipes para a disputa do Baiano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, como aconteceu no ano passado, a missão do técnico Rodrigo Chagas será ainda mais complicada neste mês de abril. Justamente no momento decisivo das competições.

Depois de carimbar a vaga na segunda fase do torneio regional, neste sábado, o Vitória volta para Salvador para enfrentar o Doce Mel, pelo Campeonato Baiano, na quarta-feira. No fim de semana que vem tem a partida com o Altos pela Copa do Nordeste. Na quarta seguinte, mais um duelo pelo estadual.

A questão do Baiano se torna ainda mais delicada porque o Leão fez apenas quatro jogos, sendo que a sétima rodada já foi iniciada. Isso aconteceu porque houve necessidade de adiamento de duelo por conta do choque de datas entre o Baiano e o Nordeste e também pelo surto de covid-19 em alguns times que forçaram o adiamento dos jogos.

Como a última rodada da primeira fase do Baiano será no dia 28 de abril, o esperado é que os jogos em atraso do Vitória sejam remarcados antes desta data, o que aumentará a maratona do time de Rodrigo Chagas, que luta também para chegar à final da Copa do Nordeste. *GE

Foto: EC Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close