Em fevereiro, prévia da inflação (IPCA-15) na Região Metropolitana de Salvador acelera para 0,67%

Em fevereiro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), calculado pelo IBGE, ficou em 0,67% na Região Metropolitana de Salvador (RMS), retomando trajetória de aceleração frente ao mês anterior (havia sido de 0,38% em janeiro) e ficando significativamente acima do verificado em fevereiro de 2020 (0,07%).

O IPCA-15 funciona como uma prévia da inflação oficial do mês, refletindo os preços coletados entre 15 de janeiro e 11 de fevereiro.

Foi a maior prévia da inflação de fevereiro para a RM Salvador desde 2018, quando o IPCA-15 havia ficado em 0,78%.

O índice na RMS (0,67%) ficou acima do registrado no país como um todo (0,48%) e foi o 3o maior entre as 11 áreas pesquisadas, abaixo apenas do registrado nas regiões metropolitanas de Fortaleza/CE (0,95%) e Curitiba/PR (0,71%).

A prévia da inflação de fevereiro foi menor no município de Goiânia/GO (-0,03%) e nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro/RJ (0,30%) e Recife/PE (0,31%).

No acumulado nos dois primeiros meses de 2021, o IPCA-15 da RM Salvador está em 1,05%. Continua um pouco abaixo do índice do Brasil como um todo (1,26%) e é o 3o menor entre os 11 locais pesquisados.

Nos 12 meses encerrados em fevereiro, o índice acumula alta de 4,21% na RM Salvador, ficando acima do acumulado nos 12 meses encerrados em janeiro (3,60%), mas ainda se mantendo menor que o indicador nacional (4,57%).

O quadro a seguir mostra os principais resultados do IPCA-15 de fevereiro para o Brasil e cada uma das áreas pesquisadas. *IBGE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close