Em apresentação, Pablo cita Gregore e diz que quer evoluir no Bahia: “Oportunidade única”

Um dos atletas contratados para reformular o elenco do Bahia que acumulou fracassos na temporada passada, o volante Pablo concedeu sua primeira entrevista na tarde desta terça-feira, no CT Evaristo de Macedo. Ele assinou contrato com o clube até dezembro deste ano.

Volante Pablo é apresentado pelo Bahia — Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Volante Pablo é apresentado pelo Bahia — Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Mostrando conhecimento da história recente tricolor, Pablo citou o volante Gregore, que chegou ao clube sem badalação, caiu nas graças da torcida e, no início deste ano, foi vendido ao Miami FC, dos Estados Unidos.

Pablo, que gosta de atuar como segundo volante, é um dos candidatos a substituir o antigo capitão tricolor.

– Gregore era um ídolo aqui no clube. Vi vídeos dele. Ele mereceu tudo que aconteceu com ele aqui dentro do clube. Minha característica é jogar como segundo volante. Durante a minha base toda, eu joguei como meia ofensivo. Chegando no profissional, consegui me adaptar nessa nova posição, como segundo volante. Mas jogo como primeiro, como segundo e de meio-campo também – afirmou.

Pablo concede entrevista no Bahia — Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Pablo concede entrevista no Bahia — Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Pablo chamou a atenção do Bahia depois de se destacar pelo Vila Nova, onde foi campeão da Série C. Meia ofensivo de origem, o jogador de 21 anos se firmou no time goiano como volante.

Ele foi formado nas categorias de base do Atlético-GO e, em 2019, emprestado à Portuguesa-RJ. No ano seguinte, passou a vestir a camisa do Vila Nova, equipe em que disputou 26 partidas e marcou dois gols.

Ao chegar ao Bahia e ver a estrutura do clube, ele ficou impressionado e sabe que vestir a camisa do clube é uma “oportunidade única”.

– Minha expectativa aqui é enorme. É um clube grande, que tem tudo para que eu tenha uma evolução na minha carreira profissionalmente. E poder ajudar o clube. A posição que prefiro jogar é como segundo volante, ali dando mais ritmo na saída de bola do time, tanto ofensivamente como defendendo também. Essa é a posição que eu me vejo melhor – disse.

– Uma oportunidade única. Eu pretendo aqui me ajudar e ajudar o clube. Quero conquistar grandes triunfos aqui no Bahia. Ajudando o Bahia, com certeza o Bahia vai estar me ajudando também. Com isso, vou ter uma sequência ótima na minha carreira – completou.

A equipe principal do Bahia, da qual Pablo faz parte, joga neste sábado, contra o Sport, pela Copa do Nordeste.

Confira outros trechos da entrevista de Pablo

Onde prefere atuar?
– 
Eu fui contratado pelo Bahia. Onde verem que é para atuar, vou estar atuando, sempre dando o meu melhor, correndo jogando, ajudando em tudo. Onde precisarem de mim eu vou estar à disposição e dando o meu melhor.

Estrutura do Bahia
– 
Fiquei feliz por ter clubes como o Bahia, de Série A, atrás de mim, interessados, pelo campeonato que eu fiz na Série C, onde consegui ser um dos destaques. Fico feliz pelo Bahia ter me feito a proposta. Foi uma felicidade para mim, para minha família, todos. A estrutura aqui é fenomenal. Nunca tinha passado por um clube com uma estrutura como essa. É um clube que só tem coisas a acrescentar para que eu possa melhorar e desempenhar um bom futebol aqui dentro.

Rodriguinho
– 
Rodriguinho é referência. É um jogador experiente, que já vestiu camisas grandes. E é um espelho para mim, para todos os mais novos também. É um jogador de quem eu pretendo estar sempre por perto, adquirindo experiência, pegando conselhos… É só felicidade de poder estar trabalhando com pessoas de tão alto nível e num grande clube, como o Bahia. *G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close