Em abstinência sexual após se converter, Yudi Tamashiro diz que não entende homossexualidade

Yudi Tamashiro se converteu ao Evangelho e decidiu mudar radicalmente sua conduta e práticas, e se abriu para falar sobre como enxergava a vida antes de iniciar sua jornada de fé cristã.

Numa entrevista concedida à jornalista e youtuber Lisa Gomes, o ex-apresentador do Bom Dia & Cia e ex-dançarino reiterou que continua se abstendo de sexo e revelou que no passado, antes de sua conversão, já se questionou sobre como seria uma relação homossexual e que deu festas com prostitutas contratadas.

“Estou há nove meses sem sexo. Me masturbar, eu me masturbei essa semana, mas já fiquei mal, estou lutando contra isso […] Passa rápido [o tempo sem sexo], a gente começa a sentir amor em tudo. Eu passei a acreditar mais no amor”, disse Yudi ao explicar como tem sido sua decisão de escolher esperar pelo casamento.

Heterossexual, ele contou que se viu diante de questionamentos sobre as relações homossexuais: “Eu já parei para pensar muito nisso e várias vezes. Tive sempre muito contato com pessoas que queriam ficar, tentei me imaginar ficando com outro cara pra entender e eu não conseguia. É algo que tinha um bloqueio. Eu tentei imaginar, é algo que não faz muito sentido, não me sinto confortável, são coisas que eu não sei explicar, é algo que as pessoas precisam respeitar também”, disse ele.

Certa vez, nos bastidores da peça O Musical Mamonas, sobre a trajetória da banda Mamonas Assassinas, Yudi vivenciou uma experiência que hoje entende ter sido um assédio: “Os meninos ficavam com uma brincadeira de ficar passando a mão. Eu falei que nunca tive contato com gay, mas vou fazer algo pra evitar um problema futuro. Chamei o diretor, o elenco, e falei que não tinha preconceito, até porque fui criado dentro de uma televisão e na TV tem tudo, mas eu não queria que passem a mão na minha bunda. Deixei tudo bem claro e foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida”, contou.

Sobre o contato com a prostituição, o jovem artista admitiu que contratou garotas de programa para festas privadas, em uma época que sofria com a compulsão por bebidas alcoólicas: “Eu queria ficar muito louco mesmo, viver intensamente. Quando me converti, parei de beber. Me converti faz três anos. Eu tive a oportunidade de experimentar tudo isso. Mas nada disso foi o suficiente para completar essa felicidade. O que me fez feliz mesmo foi encontrar Jesus Cristo. Para mim fez total sentido. A felicidade já está dentro de mim”, declarou.

“Esse poder que está dentro de mim, que é o Espírito Santo, já não me faz agradar de estar conquistando coisas, mas sim dividindo o amor que eu sinto por Deus. Porque é isso que me completa hoje”, acrescentou o ex-apresentador do SBT.

ASSISTA ABAIXO:

Por Tiago Chagas – Gospel +

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close