Elias fala sobre relação de confiança com Mano e avalia oscilação do Bahia: “É normal”

Nos últimos quatro jogos, o Bahia venceu Botafogo e Vasco, mas foi derrotado por Sport e Fluminense, o que torna o desempenho recente da equipe irregular. Para o volante Elias, a oscilação é natural, visto que o técnico Mano Menezes está à frente do Tricolor há pouco tempo.

Elias fala sobre inconstância do Bahia e relação com Mano Menezes — Foto: Rafael Machaddo/EC Bahia

Elias fala sobre inconstância do Bahia e relação com Mano Menezes — Foto: Rafael Machaddo/EC Bahia

Em entrevista concedida nesta quarta-feira, o experiente jogador ressaltou a evolução defensiva do Tricolor sob o comando do treinador. Nestes quatro jogos, o Bahia levou quatro gols, sendo que três foram originados de bola parada – dois deles, de pênalti.

– Acho que é normal pela chegada do Mano, vem dando mais consistência defensiva. Se for analisar, nos últimos jogos, a gente sofreu só gol de bola parada. Contra o Sport, foram dois, um de pênalti, agora contra o Fluminense um gol de pênalti. Normal. Requer tempo de trabalho para que possa conhecer totalmente o grupo, e a gente possa conseguir uma sequência de triunfos. A meu ver, o trabalho é bem feito, conheço, tenho total confiança nele. Sei que a gente vai sair dessa situação o mais rápido possível – afirmou.

Ao longo dos anos, Mano Menezes e Elias estabeleceram uma relação de confiança. Os dois trabalharam juntos no Corinthians, no Flamengo e na Seleção Brasileira.

Assim que checou ao Bahia, Elias se juntou ao grupo em Curitiba para a partida contra o Athletico e, em seguida, foi titular diante do Botafogo.

– Pelo fato de conhecer aquilo que ele gosta que o atleta faça, posicionamento que ele pede. Já conheço ele de outros carnavais. Não só do Corinthians e da Seleção, mas também do Flamengo. E também por ter jogado contra ele por praticamente três anos. Ele estava no Cruzeiro, eu no Atlético-MG. Sei o que ele gosta e pede para as equipes. É encurtar o tempo, o espaço, para que não demore muito para mudar uma peça, uma mentalidade de jogo. Conhecendo o Mano, a gente já antecipa algumas coisas dentro de campo – disse.

Antes de chegar ao Bahia, Elias vinha de um longo período de inatividade, por isso ele acredita que ainda pode melhorar em alguns aspectos no Bahia.

– Sempre tem coisa para evoluir, para melhorar. Fiquei praticamente nove meses sem jogar. Cheguei, encontrei a rapaziada em Curitiba, fui para o jogo contra o Botafogo, fui para aquele jogo sem ter feito praticamente nenhum treino de campo aberto. A tendência é evoluir, mas no período curto, o cansaço bate. Senti bastante a perna pesada. É normal, já era previsto isso. Agora com esse tempo maior, tem tempo para recuperar e ir aprimorando a parte física, de força, para suportar novamente uma sequência de jogos – disse Elias.

– Claro que tem coisas a melhorar, o entrosamento com os companheiros, conhecer mais a fundo mesmo. Detalhes de como o atleta gosta de receber a bola, como posiciona para marcar, como posiciona para atacar. Isso é com o tempo. Fui bem recebido, pessoal me ajuda bastante. Estou procurando usar minha experiência para que a gente possa sair mais rápido dessa situação – completou.

O Bahia volta a campo nesta sexta-feira, quando encara o Goiás, às 20h (horário de Brasília), na Serrinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close