Depois de criticar 13º salário, Mourão diz que vai ficar em ‘silêncio obsequioso’

O candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro afirmou que vai ficar em “silêncio obsequioso”.  General Hamilton Mourão criou uma polêmica ao chamar o 13º salário e o adicional de férias de “jabuticaba”, ou seja, só existem no Brasil.

Segundo Mourão, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, ele não defendeu o fim do 13º salário. “Vou ficar igual ao frei Leonardo Boff. Vou ficar em silêncio obsequioso. É uma boa linha de ação”, disse ele.

Rebatido por Bolsonaro, Mourão afirmou ter falado em um contexto de gerenciamento. Segundo ele, foi “um alerta sobre o custo extra para os empresários e os próprios governos, de um planejamento gerencial necessário para que o 13º salário seja pago”. “Trata-se de um custo social, que faz parte do chamado custo Brasil”, disse.

Foto: Gazeta do Povo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close