Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado com discurso de alternativa à velha política

Representante do chamado baixo clero, Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito, neste sábado (2), presidente do Senado para o próximo biênio. O senador venceu o favoritismo de Renan Calheiros (MDB) após o candidato retirar sua candidatura durante uma segunda votação no Senado.

Com aval do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), as garantias de portas abertas ao governo federal e as críticas ao que chama de “velha política”, Alcolumbre garantiu o apoio do Planalto e dos senadores novatos da casa. A desistência de Renan no meio do processo ainda contribuiu para que o democrata vencesse a eleição no primeiro turno com 42 votos.

O “NOVO”

De acordo com perfil publicado pelo jornal Estado de S.Paulo, o próprio Alcolumbre é adepto de práticas da velha política. Como deputado, o mais novo presidente do Senado conseguiu aprovar em 2009 um projeto de lei para homenagear um tio – Alberto Alcolumbre – acrescentando o nome dele ao título do Aeroporto de Macapá.

Aos 41 anos, Alcolumbre é comerciário com formação incompleta em Ciências Econômicas. Na eleição de 2018, disputou o governo do Amapá, mas perdeu a eleição para o governador reeleito Waldez Góes (PDT). * As informações são do Bahia Notícias.

Foto: Reprodução / EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *