Criminalista e vítima estavam juntos há dois anos, diz Polícia Civil

Morta com um tiro na cabeça, na madrugada deste domingo (17)  Kesia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, morava em Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, e mantinha o relacionamento com o advogado criminalista, Luiz Meira, suspeito do crime, há dois anos, de acordo com a Polícia Civil.

Horas antes do feminicídio, ela publicou nas redes sociais, vídeos [assista abaixo] aproveitando a piscina do prédio do suspeito, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

 O corpo de Késia segue no necrotério do Hospital Geral do Estado (HGE) até que um familiar retire. Até o momento, ninguém da família compareceu. (BNews)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close