Como melhorar a alimentação dos adolescentes

por Bem Estar

Com o aumento no consumo de alimentos ultraprocessados, ricos em gordura, açúcar e sal, e baixo consumo de “comida de verdade”, como legumes, verduras e frutas, a chance de sobrepeso, obesidade e alterações metabólicas entre crianças e adolescentes também cresce.

Sobrepeso e obesidade são fatores de risco para doenças crônicas. Por isso, é preciso mudar os hábitos. “Os hábitos alimentares e a formação do paladar começam na infância, mas, mesmo que o adolescente chegue nesta fase comendo de maneira errada, é possível mudar”, explica a nutricionista Rachel Francischi.

Se o seu filho come arroz, feijão e carne, mas não acrescenta verduras, legumes, está tudo bem, diz a nutricionista. O problema começa quando os adolescentes passam a comer fora de casa. Muitos optam por refrigerantes, suco de caixinha, comidas ultraprocessadas, com muito sódio.

O que comer então?

Proteínas de alta qualidade e micronutrientes. E onde encontrar? Na comida caseira. As frutas também são uma ótima opção. Elas têm fibras, vitaminas e minerais. E para finalizar, invista na água! Ela é essencial para várias funções do organismo.

Foto: TV Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *