Colunista Moacir Saraiva: “O canto do Uirapuru”

 

Ao chegar ao restaurante, ainda no passeio, já entrando no recinto, ouvi um belo som, um som inconfundível, já o conhecia e por isso o identifiquei, assim como quem o produziu.

A moça que o emitiu, o faz com todo o corpo, o faz com alegria, o faz com muito amor, ao fazê-lo contagia a todos positivamente, aliás, apenas aqueles que apreciam o som de um belo sorriso. O sorriso dessa moça é o exemplo de como deve ser um sorriso, ela ri com a boca, com os lábios, com a face, com os olhos, com as veias do pescoço, a testa brilha quando ela sorri. Todas as partes do corpo que ficam expostas aos olhos dos outros, riem também, os braços, as mãos, o colo, as pernas, tanto os dedos das mãos como dos pés exultam também. E é apenas um sorriso.

Ela não tem vergonha de sorri, ri com gosto, ri como se fosse o último da vida, ri para o mundo todo ouvir. Um riso desse traz alegria para quem está perto, exala um astral positivo, evidentemente quem não é dado à alegria o achará exagerado, mas os tristes só veem tristeza em tudo que o rodeia e nada, nada conseguirá alegrá-los, mesmo sendo o sorriso   dos sorrisos, mesmo sendo um sorriso vindo da alma.

É um sorriso forte, estridente, mas suave, diferentemente das gargalhadas e, nesse aspecto, faço uma analogia ao canto do Uirapuru, as gargalhadas se ouvem em todos os cantos, algumas com tom de escárnio de deboche, de ridicularizar, mas o sorriso dessa moça, nunca o vi assim, é sempre expressando alegria, é sempre expressando vida boa, é sempre levantando astral, é diferente, diferente como o som emitido pelo Uirapuru, único, diferente, raro e só quem conhece o que é um belo canto de um pássaro o identifica, só quem tem ouvidos abertos ao belo consegue perceber o som advindo do alto de uma árvore, onde o pássaro do belo canto, descansa e emite a sua sinfonia.

O sorriso da moça só o percebe como belo quem tem beleza no coração, quem gosta de viver, quem gosta da vida, quem deixa pulsar nas veias o sangue de quem olha o mundo com alegria.

Amiga, continue sorrindo, seu sorriso faz bem para o mundo, ele é um canto raro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close