Cientista brasileira cria caneta que detecta câncer durante cirurgia

Um instrumento parecido com uma caneta e que tem a capacidade de detectar células tumorais foi criado pela cientista brasileira Livia Schiavinato Eberlin, de 33 anos. Com formação em Química pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e chefe do laboratório de pesquisa da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos, Lívia iniciou o estudo que culminou na elaboração do equipamento há quatro anos.

 

Segundo o portal Uol, o dispositivo é capaz de extrair moléculas de tecido humano e apontar, no material analisado, a presença de células cancerosas. A tecnologia está em estudo, mas já teve resultados promissores ao ser usada na análise de 800 amostras de tecido humano.

 

Em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S. Paulo, a pesquisadora explicou que o objetivo da caneta, chamada de MacSpec Pen, certificar, durante uma cirurgia oncológica, que todo o tecido tumoral foi removido do corpo do paciente.

 

“A caneta tem um reservatório preenchido com água. Quando a ponta dela toca o tecido, capta moléculas que se dissolvem em água e são transportadas para um espectrômetro de massa, equipamento que caracteriza a amostra como cancerosa ou não”, explicou a cientista. *BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close