Cármen Lúcia não pretende adiar mais uma vez julgamento de habeas corpus de Lula




A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, não pretende adiar novamente a data do julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por conta da possível ausência do ministro Gilmar Mendes na sessão. O habeas corpus seria julgado na última quinta-feira (22), mas terminou adiado para o dia 4 de abril por decisão dos ministros do STF. Gilmar admite que pode não comparecer à sessão, já que no dia 3 de abril acontece a abertura de um evento jurídico organizado por ele na cidade de Lisboa, em Portugal.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *