Brasileiro que matou tios e primos na Espanha é condenado à prisão perpétua

Por Folhapress

O brasileiro que matou seus tios e primos na Espanha em 2016 foi condenado nesta quinta-feira (15) à prisão perpétua. François Patrick Nogueira, 22, já havia sido considerado culpado pelo júri de um tribunal espanhol no último dia 3, mas a sentença ainda não havia sido determinada.

Nogueira confessou ter assassinado e esquartejado seus parentes na pequena cidade de Pioz. Ele recebeu a pena máxima prevista no Código Penal espanhol: prisão perpétua que pode ser revisada após 25 anos de sentença, segundo a decisão lida por María Elena Mayor, presidente do tribunal encarregado do caso, que fica em Guadalajara (a 60 km de Madri).

Ao considerá-lo culpado, o júri havia declarado que Nogueira “sabia o que era certo e errado, e as consequências”. O brasileiro fugiu, pouco depois de cometer o assassinato, para João Pessoa (PB). Retornou à Espanha em outubro de 2016 e se entregou à polícia, convencido por sua família de que seria melhor cumprir pena na Europa do que no Brasil.

Os corpos foram encontrados um mês depois, graças a um funcionário da manutenção que alertou para o odor procedente da residência. Enquanto cometia os crimes, Nogueira trocou mensagens com um amigo no Brasil, Marvin Henriques, a quem “pedia conselhos, relatava o que estava fazendo e enviava fotografias dos cadáveres, recebendo por parte de seu interlocutor mensagens de incentivo”, afirma um documento judicial.

Foto: TV Cabo Branco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *