Brasil fica de fora do Oscar 2021; confira a lista de indicados

Sem representantes brasileiros entre os indicados, a Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta segunda-feira (15) os concorrentes a estatueta de ouro da 93ª edição do Oscar.

Marcada para acontecer no dia 25 de abril, a cerimônia, que precisou ser adiada por diversas vezes devido à pandemia do coronavírus, irá acontecer de forma presencial com transmissão ao vivo de vários locais diferentes.

Entre os indicados ao prêmio estão Chadwick Boseman, com possível vitória póstuma ao troféu de Melhor Ator, e Viola Davis (Melhor Atriz), ambos pelo filme ‘A Voz Suprema do Blues’, lançado pela Netflix. Glenn Close por ‘Era uma Vez um Sonho’ em Atriz Coadjuvante, e o longa Soul como Melhor Animação.

O Oscar 2021 ainda faz história ao indicar pela primeira vez em 93 anos, duas mulheres para a categoria ‘Melhor Direção’, são elas Emerald Fennell por ‘Bela Vingança’ e Chloe Zhao por ‘Nomadland’.

O Brasil tinha chance de concorrer ao prêmio de Melhor Filme Internacional com o longa ‘Babenco: Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou’, mas acabou ficando de fora da disputa.

Confira os principais indicados:

Melhor Filme
Meu Pai
Judas e o Messias Negro
Mank
Minari
Nomadland
Bela Vingança
O Som do Silêncio
Os 7 de Chicago

Melhor Ator
Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues
Anthony Hopkins, por Meu Pai
Riz Ahmed, por O Som do Metal
Steven Yeun, por Minari
Gary Oldman, por Mank

Melhor Atriz
Frances McDormand, por Nomadland
Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues
Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman
Andra Day, por Estados Unidos vs Billie Holiday
Carey Mulligan, por Bela Vingança

Melhor Diretor
Chloé Zhao, por Nomadland
Lee Isaac Chung, por Minari
Emerald Fennell, por Bela Vingança
David Fincher, por Mank
Thomas Vinterberg, por Another Round

Melhor Ator Coadjuvante
Sacha Baron Cohen, por Os 7 de Chicago
Leslie Odom, Jr., por Uma Noite em Miami
Daniel Kaluuya, por Judas e o Messias Negro
Paul Raci, por O Som do Metal
Lakeith Stanfield, por Judas e o Messias Negro

Melhor Atriz Coadjuvante
Yuh-Jung Youn, por Minari
Olivia Colman, por Meu Pai
Maria Bakalova, por Borat: Fita de Filme Seguinte
Amanda Seyfried, por Mank
Glenn Close, por Era uma Vez um Sonho

Melhor Animação
Soul
Wolfwalkers
Onward
Shaun, o Carneiro – O Filme – A Fazeda Contra-ataca
A Caminho da Lua

Melhor Canção Original
Husavik (Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga)
Hear My Voice (Os Sete de Chicago)
Speak Now (Uma Noite em Miami)
lo Sì (Seen) (Rosa e Momo)
Fight For You (Judas e o Messias Negro)

Melhor Trilha Sonora Original
Soul
Relatos do Mundo
Minari
Da 5 Bloods
Mank

Melhor Roteiro Adaptado
Chloé Zhao, por Nomadland
Kemp Powers, por Uma Noite em Miami
Christopher Hampton, Florian Zeller, por Meu Pai
Sacha Baron Cohen, Anthony Hines, Dan Swimer, Peter Bayhman, Erica Rivinoja, Dan Mazer, Jena Friedman e Lee Kern, por Borat
Ramin Bohrani, por Tigre Branco

Melhor Roteiro Original
Lee Isaac Chung, por Minari
Aaron Sorkin, por Os 7 de Chicago
Will Berson, Shaka King, Keith Lucas e Kenny Lucas por Judas e o Messias Negro
Emerald Fennell, por Bela Vingança
Abraham Marder, Darius Marder e Derek Cianfrance, por O Som do Silêncio

Melhor Filme Internacional
The Man Who Sold His Skin – Tunísia
Collective – Romênia
Better Days – Hong Kong
Another Round -Dinamarca
Quo Vadis, Aida? – Bósnia e Herzegovina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close