Baianos desenvolvem inteligência artificial para auxiliar empresas na contratação de estagiários: ‘Facilitou bastante’

Um grupo de empreendedores baianos desenvolveu uma inteligência artificial (IA) capaz de auxiliar empresas na contratação de estagiários. A robô, batizada de Ana, pode ajudar tanto nas entrevistas quanto na seleção de candidatos, por meio de uma pré-triagem feita digitalmente.

“Ana Jobs” foi desenvolvida por um grupo de jovens que moram na cidade de Feira de Santana, localizada a cerca de 100 Km de Salvador. Helder Xavier, 28 anos, que estudava Ciências Contábeis, Matheus Rios, 23, e Deyvid Luã, 24, que estudavam Sistemas da Informação, trancaram os cursos depois de decidirem se dedicar integralmente ao empreendedorismo e desenvolver uma ideia juntos.

Foi ao perceber uma carência de inovações voltadas para setores de Relações Humanas (RH) em muitas empresas, que o grupo decidiu desenvolver uma ideia para esta área.

“O currículo físico é uma ferramenta que apresenta muitas dificuldades, que começa na impressão, entrega manual, custos com deslocamento (o que pra quem está sem emprego é complicado) e vai até a dificuldade que o RH enfrenta em triar requisitos básicos de milhares de currículos”, ressalta Helder.

Jovens de Feira de Santana desenvolvem IA capaz de selecionar estagiários — Foto: Arquivo Pessoal

Jovens de Feira de Santana desenvolvem IA capaz de selecionar estagiários — Foto: Arquivo Pessoal

Quando o trio identificou essa “barreira” nos processo físico de seleções, surgiu a ideia de digitalizar todo o processo que envolve a contratação de estagiários.

“Ana recebe, entrevista e tria milhares de candidatos diariamente através de um chat disponibilizado em um site. Ao final da entrevista, ela captura um vídeo-currículo, facilitando a vida dos candidatos que não precisam mais entregar currículos físicos, ou participar de diversas entrevistas”, explica Helder.

O empreendedor explica ainda que, com “Ana”, os recrutadores podem conhecer melhor os candidatos e explorar mais informações do que as disponíveis em um currículo digital ou de papel.

De acordo com Helder, a IA é capaz de automatizar e digitalizar até 90% dos processos envolvidos na contratação de estagiários, desburocratizando as etapas, eliminando tarefas manuais e reduzindo drasticamente os custos.

Ele ainda ressalta que o trabalho busca ir além do recrutamento. A startup também oferece capacitação aos usuários. “Através das informações traçadas, ofertamos também cursos preparatórios para a nova economia, voltado aos estudantes da plataforma”, destaca. *G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close