Após mais de quatro meses, hospital de campanha da Fonte Nova será reaberto

O hospital de campanha da Arena Fonte Nova, em Salvador, será reaberto para tratar pacientes com Covid-19. A unidade foi inaugurada em junho do ano passado e desativada em outubro após a diminuição de casos no estado. Contudo, nos últimos dias, a Bahia registrou 80% de ocupação dos leitos de UTI, situação que fez o Governo decidir por utilizar novamente o espaço.

Fonte Nova abriga hospital para o combate ao coronavírus — Foto: Divulgação / Sesab

Fonte Nova abriga hospital para o combate ao coronavírus — Foto: Divulgação / Sesab

O governador do estado, Rui Costa, comentou a situação da Covid-19 e a utilização da Fonte Nova em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira, no Jornal da Manhã, da TV Bahia.

– Ao longo dos meses e período do pandemia, muito se aprendeu com essa doença. Há uma característica dessa doença nesses meses, com essas novas cepas, que os pacientes estão agravando muito mais rápido e precisando mais de leitos de UTI. O volume de leitos disponibilizados hoje é maior que o disponibiliza no pico da pandemia, em julho do ano passado. E com os leitos que serão abertos essa semana: Ilhéus, Caetité, a Fonte Nova, que estamos mobilizando pessoal. Estamos tentando abrir em Seabra. Estamos abrindo todos os leitos possíveis, e o número de UTIs ficará maior. E o número de leitos clínicos tem taxa de ocupação menor, e eles servem mais para retaguarda para os leitos de UTI. Quando nós fomos abrir a Fonte Nova, teremos a metade de leito clínico. Essa nova fase está exigindo menos leitos clínicos e mais leitos de UTI – disse Rui Costa.

Ainda não há uma data para reabertura do hospital de campanha. O Bahia vem mandando as suas partidas na Fonte Nova e, na próxima quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), tem jogo contra o Santos, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, marcado para o estádio.

Rui Costa também anunciou a ampliação do toque de recolher no estado, das 20h às 5h, válido até o dia 28 de fevereiro. O gestor não comentou se a situação pode afetar a partida do Bahia contra o Santos, mas a definição deve acontecer ainda nesta segunda-feira. Pelo Baianão, alguns jogos já sofreram alteração.

Situação semelhante aconteceu no último jogo do Bahia, contra o Fortaleza, no Castelão, mas o Governo do Ceará decidiu manter o horário das 21h, mesmo com o estado em toque de recolher.

Leito do hospital de campanha da Arena Fonte Nova  — Foto: Divulgação / Sesab

Leito do hospital de campanha da Arena Fonte Nova — Foto: Divulgação / Sesab

Quando não pôde mandar os seus jogos na Fonte Nova, o Bahia utilizou o estádio de Pituaçu, também em Salvador. Embora o Campeonato Brasileiro se encerre na próxima quinta-feira, o Campeonato Baiano teve início na última semana.

No ano passado, o hospital de campanha da Fonte Nova teve, inicialmente, 70 leitos, dos quais 50 são de enfermaria e outros 20 de UTI. A capacidade total do hospital é de 240 leitos, sendo 140 clínicos e 100 de UTI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close