Após batidas de Grosjean e Hamilton, F1 terá halo mais resistente na próxima temporada

A Fórmula 1 pretende aumentar a segurança dos pilotos na próxima temporada. De acordo com informações do site ge.globo, o halo será reforçado em 2022.

O dispositivo, obrigatório desde 2018 na categoria, deve ser repensado após as batidas de Lewis Hamilton, no GP da Itália, e Romain Grosjean, no GP do Bahrein de 2020.

“Uma peça muito mais forte será integrada ao carro de 2022. O Halo 4.0 será um dispositivo mais forte, capaz de suportar uma carga muito maior”, afirmou o engenheiro Clive Temple, da Universidade de Cranfield, uma das responsáveis por desenvolver a peça.

O Halo é feito de titânio, e tem capacidade para suportar impactos de até 12 toneladas. “Eu odiaria pensar no que poderia ter acontecido se isso [o acidente de Grosjean] tivesse ocorrido alguns anos antes, quando não tínhamos esse dispositivo nos carros. Voltando no tempo, eu não acredito que alguém poderia ter sobrevivido a um acidente como aquele”, refletiu Temple.  (BN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popups Powered By : XYZScripts.com
Close