Após afastamento de juízes suspeitos de venda de sentenças, nova mesa diretora do TJ-BA toma posse em Salvador

A nova mesa diretora, para mandato do biênio de 2020 a 2022, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), tomou posse durante uma cerimônia realizada nesta segunda-feira (3), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador.

A eleição da nova mesa diretora do TJ-BA ocorreu no dia 4 de dezembro de 2019. O desembargador Lourival Trindade venceu o pleito para presidência do tribunal com 28 votos.

Também tomaram posse o desembargador Carlos Roberto Santos Araújo, eleito para a 1ª vice-presidência, e Augusto de Lima Bispo, para a 2ª vice-presidência.

Além deles, compõem a mesa diretora, José Alfredo Cerqueira da Silva e Osvaldo de Almeida Bomfim, eleitos para os cargos de corregedor-geral da Justiça e corregedor das Comarcas do Interior, respectivamente.

Cerimônia de posse do Tribunal de Justiça da Bahia, no Fórum Rui Barbosa, em Salvador — Foto: Cid Vaz/TV BahiaCerimônia de posse do Tribunal de Justiça da Bahia, no Fórum Rui Barbosa, em Salvador — Foto: Cid Vaz/TV Bahia

Cerimônia de posse do Tribunal de Justiça da Bahia, no Fórum Rui Barbosa, em Salvador — Foto: Cid Vaz/TV Bahia

Os eleitos assumem a mesa diretora do TJ-BA sem direito a reeleição. Antes da eleição, quem estava assumindo interinamente a presidência do TJ-BA, era o desembargador Augusto de Lima Bispo.

Ele estava no cargo após o desembargador Gesivaldo Britto ser afastado do cargo por ser investigado pela venda de sentenças na Bahia, durante a Operação Faroeste.

Além dele, cinco magistrados foram afastados do cargo, incluindo a ex-presidente do TJ-BA, a também desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, que esteve na presidência do órgão no biênio 2016 a 2018. *G1

Foto: Divulgação/TJ-BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *