Alunos da Associação Pestalozzi participam de oficina experimental de cinoterapia da 33ª CIPM

A 33ª CIPM promoveu uma oficina experimental de Terapia Assistida com Cães na Associação Pestalozzi, em Valença. A atividade ocorre após os resultados positivos obtidos na Associação de Pais e Amigos de Autistas (Ame).

A oficina experimental contou com 14 alunos e foi acompanhada pela equipe multidisciplinar da associação. A cadela Cissa da raça Cocker Spaniel foi a co-terapeuta. “Os alunos interagiram com o cão, se mostraram interessados na proposta, mantiveram-se concentrados, superando nossas expectativas”, disse a Diretora da Associação, Angelice da Conceição.

A instituição assiste pessoas com Síndrone de Down, deficiência intelectual, paralisia cerebral e surdos. Segundo a 33ª CIPM, a equipe multidisciplinar pretende tornar a cinoterapia uma atividade regular da associação.

Fotos: 33ª CIPM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *