Alexandre de Moraes pede que PGR investigue declaração sobre fechar STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, pediu a Procuradoria-Geral da República (PGR) que investigue à declaração do filho do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL). Para o ministro, o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL) cometeu crime previsto na Lei de Segurança Nacional.

“Estas afirmações merecem por parte da Procuradoria-Geral da República, merecem imediata abertura de investigação porque, em pese se deva analisar o contexto da declaração, isso é crime da Lei de Segurança Nacional, artigo 23 inciso III, incitar a animosidade entre as Forças Armadas e instituições civis. Isso é crime previsto na Lei de Segurança Nacional”, afirmou.

Foto: SCO/ STF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *