33ª CIPM mantém tradição e realiza cerimônia de incineração das Bandeiras Inservíveis

O dia 19 de novembro é dedicado a comemoração do dia da bandeira. Neste dia, na sede da 33ª CIPM, Policiais Militares se reuniram no pátio do Quartel para realizar o ritual de hasteamento do pavilhão nacional e a incineração das bandeiras inservíveis, seguindo a tradição das forças armadas que normatizaram essa cerimônia. Geralmente o hasteamento da bandeira nacional se realiza diariamente às 08:00h, com exceção neste dia 19 de novembro, alusivo à sua comemoração, quando ocorre às 12:00h, momento em que foi hasteada, na presença da tropa perfilada, sendo cantado o Hino da Bandeira Nacional, quando a partir de então foram incineradas todas as bandeiras inservíveis, como prevê o regulamento militar, sendo procedida pela “praça mais antiga” presente na cerimônia, nesse caso o Subtenente PM Renivaldo Ribeiro dos Santos. Para o o Sub Tenente Ribeiro “ realizar essa cerimônia é manter viva a tradição e o respeito ao símbolo nacional que representa a nação, o patriotismo e o valor cívico. Faz parte de nossa cultura militar”. No dia 19 de novembro comemora-se o Dia da Bandeira do Brasil, essa comemoração passou a fazer parte da história do país após a Proclamação da República, no ano de 1889. Com o fim do período Imperial (1822-1889), a bandeira que representava o império foi substituída pela atual que reúne uma série de detalhes obrigatórios que devem ser obedecidos, de acordo a com a legislação. Este simbolo físico, nossa Bandeira, por norma, deverá sempre estar hasteada em perfeito estado, e todas as bandeiras, que pelo tempo, se apresentem desgastadas deverão ser incineradas em ato solene no seu dia, simbolo maior de nossa republica e nossa nação, é o único objeto publico que possui ato solene para seu descarte, tamanho seu simbolísmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *